domingo, 22 de agosto de 2010

Bisteca ao Aconcagua!
















Visitar o Cerro Aconcagua, localizado na província de Mendoza e departamento de Las Heras, definitivamente marcou minha vida para toda posteridade. A montanha que fica no limite entre o Chile e a Argentina, está a mais de seis mil metros acima do nível do mar. É o gigante das Américas e com certeza atrai montanhistas do mundo todo, ávidos pela enorme diversidade de rotas e desafios que o deslumbrante pico oferece. O nome de batismo da montanha tem origem indígena que significa Sentinela Branca. Logicamente a visita se limitou somente a observação, pois qualquer aventura de escalada exige além de muita coragem, conhecimentos técnicos de escalada em gelo e pedra, que muitas vezes não são suficientes para vencerem os enormes desafios que o gigante andino tem a oferecer. A receita postada foi um dos pratos servidos num restaurante simples mas aconchegante da região de Las Cuevas.

Ingrdientes:

-1 kg de bifes de alcatra

-2 tomates e 2 cebolas

-200gr de queijo Mussarela

-Azeite, pimenta do reino branca e orégano o quanto baste
Modo de Preparo:
Faça um molho com os tomates bem maduros + cebola e reserve. Regue uma chapa de ferro com azeite e passe os bifes até dourarem. Em seguida regue-os com o molho reservado e cubra com o queijo. Acerte a pimenta e cubra com o queijo.


Esse vinho é da região de Luján de Cuyo, província de Mendoza, um Malbec safra 2008, da Bodega López. Essa região tem um microclima particular que favorece o desenvolvimentode uvas sadias, favorecendo a fabricação de vinhos de grande concentração de aromas. Apresenta uma cor vermelho granada, com aromas intensos. Na boca se revela num grande equilíbrio graças aos suaves taninos.










Me rendi a montanha....coisa mais linda de se ver!!!


















Ponte histórica Picheuta, Ponte dos Incas, maravilha geológica natural!


















Ruínas dos Incas de Tambillitos, localizada no Centro de esqui Los Penitentes. Limite ente Chile e Argentina.


Limite entre Chile e Argentina!












Mesmo com um sol forte, a geleira continuava branquinha!
















Esse local muitos se arriscam numa subida de 1800m para esquiarem!


















Os trilhos dão um charme ao local!


















Digno de cartão postal!

















O caminho é pura emoção!















O frio compensa a paisagem!












Um comentário:

Najla disse...

Logo logo a senhora poderá providenciar um livro internacional de culinária, cultura, vinhos e fotografias!
bjo!