domingo, 4 de janeiro de 2009

Empadão goiano
















Para iniciar 2009 com o pé direito nada melhor que uma receita tradicional de Goiás. O empadão goiano é a tradução da Cidade de Goiás , uma mistura de produtos simples do campo que melhor traduzem memória, tradição e identidade dos Vilaboenses. Falar da Cidade de Goiás é também relembrar da nossa saudosa poetisa Cora Coralina, que tive o prazer de conhecer pessoalmente nos anos 80 em Goiânia, quando todos os domingos ela comparecia a Feira Hippie para vender teus livros e abanava a bengala e repetia o bordão: "amadureçam jovens, com a leitura". Do alto de tua sabedoria sabia como ninguém, dar bons conselhos. Passo para voces um de meus poemas prediletos da nossa maior poetisa do cerrado:
Saber Viver
Não sei...se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura...Enquanto durar
Ingredientes:
-4 xícaras de farinha de trigo
-3 ovos
-1/2 xícara de óleo
-1 colher de fermento
-2 colheres de banha de porco
-sal a gosto
Recheio:
-300g de frango cozido e desfiado
-2 linguiças cozidas e cortadas em fatias
-150g de queijo
-50g de azeitonas
-1 dente de alho amassado
-1 cebola
-sal e pimenta a gosto
-250ml de caldo de frango
-150g de guariroba
Para pincelar:
-1 ovo batido com 1/2 colher de café
Modo de preparo:
Junte todos os ingredientes até formar uma massa homogênea. Deixe descansar por 30 minutos.
Unte com margarina um refratário e abra a massa sobre ela. Cubra com recheio previamente refogado e temperado. Cubra com o restante da massa. Pincele com a mistura de ovos com café e leve ao forno por 30 minutos.
Para harmonizar tal iguaria sugiro um vinho de altitude de Toledo-PR da Vinícola Dezem. Um chardonnay de paladar marcante, encorpado e com toques de baunilha. Vale a pena experimentar!


























2 comentários:

Ema disse...

Rosa, a propósito, o que vem a ser guariroba? aqui em Passo Fundo-RS nunca ouvimos falar.Posso substituir?
Gostei de conhecer um pouco dessa poetisa de vcs.
Continue com tuas surpresas! D. Ema.

babii disse...

É uma fruta tipica de goias, parecida com o palmito no qual é substituida. pois essa fruta só encotra lá. muito raro de achar em outra região!